As relações contraditórias entre os EUA e o Brasil

Moniz Bandeira lançou esse estudo sobre as relações bilaterais entre EUA e Brasil em 1973, quando estava preso, acusado de subversão pela Marinha. A repercussão, no entanto, foi grande: as contradições entre os dois países foram analisadas, trazendo à tona fatos e aspectos pouco conhecidos. A análise percorre o período que vai do Brasil colonial até a República para chegar, depois de falar da Era Vargas, à queda do presidente João Goulart. Baseado em vasta documentação, o autor mostra como, no século 19, o Império suspendeu por três vezes as relações diplomáticas com os norte-americanos e que, entre 1849 e 1854, as duas nações quase entraram em guerra pela Amazônia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.