As invenções originais de três obras poéticas

Catimbó, Cana Caiana, Xenhenhém Ascenso FerreiraMartins Fontes212 págs., R$ 39,80 O poeta pernambucano Ascenso Ferreira causou grande impacto na cena literária brasileira ao lançar Catimbó, em 1927. Mário de Andrade considerava essa obra uma das mais originais no modernismo brasileiro. Cana Caiana (1939) e Xenhenhém (1951) completam o quadro de uma poética enraizada no Nordeste, de onde Ascenso Ferreira (1895-1995) extrai imagens, estribilhos, crendices. Suas obras respondem a inquietações associadas aos processos de modernização. Elas convidam o leitor a experimentar a realidade e a fantasia, a viver o gozo da comunhão da carne e a dor da morte, enquanto preserva em seus poemas bem musicais mundos sociais e culturais ameaçados de extinção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.