As 1.001 peneiras

A história é bem conhecida. Dizem que Sócrates, o filósofo, certa vez foi abordado por um homem que queria lhe contar algo.- O que queres me contar já passou pelas três peneiras?- Que três peneiras?- A peneira da verdade, a da bondade e a da utilidade. Se o que vais dizer não é verdadeiro, não é bom, e não é útil, guarde a informação para si mesmo -, teria dito Sócrates, com toda sua sabedoria.Adoro essas peneiras. Por isso medito muito sobre o assunto e já vou fazendo conjecturas, toda metida a filósofa grega.Penso que as crianças têm grandes idéias filosóficas. E, mesmo inconscientemente, lá do jeito delas, fazem uma interpretação especial das palavras de Sócrates. Em vez de passarem tudo que querem dizer pelas três peneiras, elas dizem tudo aquilo que passa pelas três peneiras, porque acham que é assim que tem de ser. Como a menina que perguntou em plena festa de bodas de prata dos tios:- Se você vive triste porque o tio Lúcio tem uma amante, por que não arranja um também, tia Helena? Aí você fica feliz com o seu amante e o tio Lúcio fica feliz com a dele.Concluí que a sinceridade, virtude inerente à infância, é uma peneira perigosa. Entre adultos, devemos dizer tudo que pensamos, ou apenas o que é verdadeiro, bom, útil e imprescindível? Decidi pela segunda opção quando um motorista de táxi parisiense me disse:- Vous parlez beaucoup, madame.Talvez ele não tivesse me atirado isso na cara se houvesse passado a afirmação pela peneira da bondade. Ou talvez ele tenha me feito um enorme bem. Eu, burra, é que tenho freqüentes recaídas e continuo falando demais o que penso, principalmente para as minhas filhas.Outra peneira que pode ter bastante serventia é a da conveniência. Ocorre de tudo estar certo com aquilo que você vai dizer, exceto o momento. É verdadeiro, é bom, é útil, é inevitável. Então, diga. Mas diga em outra hora.Principalmente nas relações amorosas.Principalmente nas de "marido-mulher".Principalmente quando quem tem o que dizer é a mulher.O marido chega do trabalho, a mulher abre a porta: "Temos de chamar o encanador. A droga do cano estourou outra vez e alagou a cozinha inteira." Frase que passa por todas as peneiras citadas acima, mas poderia ser adiada para depois do jantar, e substituída por "boa noite, amor, estava morta de saudades". Esse carinhoso cumprimento, se verdadeiro, vai melhorar sensivelmente o humor do marido e prepará-lo para o encanador, e mais as outras dezenas de problemas que ela, inevitavelmente, terá de contar para ele depois do jantar. Incluindo o namorado da filha mais nova.De tanto pensar nas peneiras de Sócrates, já fiz outros acréscimos.A peneira da "psicologia infantil". Existem casos em que é mais propício dizer o que é verdadeiro, bom, útil, imprescindível e conveniente, fingindo que está querendo dizer o contrário. Com adolescentes, não tem erro.A peneira das palavras em vão. Adianta aconselhar seu amigo a não procurar mais "aquela desgraçada", mesmo sabendo que essa é a primeira coisa que ele vai fazer, assim que você virar as costas?A peneira do "pensa na ressaca de amanhã". Um único drinque, às vezes, pode afetar seu poder de discernimento, alterar seus critérios, e lhe fazer acreditar que necessita urgentemente de dizer quanto ama cada pessoa que encontra numa festa, por exemplo.A peneira da vaidade. A da bajulação. A da afetação. A da insistência. A da síntese.E chega de pensar em peneira.Senão vou terminar muda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.