Artistas vêem desmonte na cultura de São Paulo

Artistas e produtores culturais de São Paulo, preocupados com a política para o setor na cidade, resolveram pedir uma audiência urgente com o secretário Carlos Augusto Calil. O grupo é respeitável: Paulo Autran, Juca de Oliveira, Bibi Ferreira, Beatriz Segal, Odilon Wagner, Paulo Goulart, Nicete Bruno, Marco Ricca e Denise Fraga, entre outros.O incentivo cultural, via Lei Mendonça, caiu quase 90% entre 2004 e 2007, segundo revelou o Estado no dia 16 de junho. Os artistas querem debater dez temas com o secretário, entre eles as alterações feitas na Lei Mendonça por decreto, em dezembro de 2005.Outra preocupação são "critérios que têm orientado o indeferimento ou cortes de projetos submetidos a essa Secretaria; o esvaziamento da Comissão de Averiguação e Avaliação de Projetos Culturais (CAAPC ) e a retomada dos financiamentos".Os artistas pedem para ser recebidos entre os dias 10 e 20 deste mês. Segundo a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura, o secretário Calil recebeu a carta dos artistas e irá reunir-se com eles no prazo preestabelecido. A secretaria informou que Calil não pretende comentar antecipadamente a pauta deles.Com Calil, os artistas tencionam abordar também a "urgente necessidade de isenção de ISS sobre os ingressos de espetáculos teatrais" e "os critérios insuportáveis da meia-entrada nos espetáculos". Essa última questão, polêmica, também será discutida na esfera federal. O grupo será recebido em audiência pública na quarta feira, dia 5, na Comissão de Educação, Cultura,Ciência e Tecnologia, do Senado, em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.