Artistas em diálogo com o futuro que se anuncia

Os lançamentos internacionais podem ser encontrados na Livraria Francesa, R. Barão de Itapetininga, 275, tel. (0--11) 3231-4555

, O Estadao de S.Paulo

23 de agosto de 2009 | 00h00

Le Plagiat par AnticipationPierre BayardLes Éditions de Minuit157 págs., R$ 75 Pierre Bayard estabelece assim o ponto de partida de seu livro: se é facilmente reconhecível a influência de escritores e artistas em geral nas gerações que os sucedem, por que não pensar no caminho oposto e imaginar que Conan Doyle possa ter inspirado Voltaire - ou que Fra Angelico deva algo de sua obra a Pollock? O conceito improvável, no entanto, tem um propósito. O que Bayard sugere, ao bagunçar os caminhos das influências entre artistas, é discutir a própria maneira como as atribuímos. Mais: questiona como o futuro, ou a ideia de uma nova arte que responda a um tempo que ainda não se vive, mas se antevê, pode influenciar a produção artística de toda uma geração.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.