Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Artista sérvia Marina Abramovic é agredida com tela em Florença

Agressor teria pintado um retrato da artista na tela com a qual acertou sua cabeça

Agência Ansa, ANSA

23 Setembro 2018 | 12h39

FLORENÇA - Um homem originário da República Tcheca atacou uma tela na cabeça da artista performática sérvia Marina Abramovic durante uma exposição no Palazzo Strozzi, em Florença, na manhã deste domingo, 23.

Segundo as autoridades, o agressor foi identificado como Vaclav Pisvejc, de 51 anos, que se autodenomina um artista, e já é conhecido pela polícia italiana.

O episódio aconteceu na mostra The Cleaner, quando Abramovic conversava com alguns fãs. Na ocasião, Pisvejc a atingiu na cabeça com uma tela com um retrato da própria artista. Ele foi imediatamente detido e ela não teve ferimentos, já que o material da obra era "leve".   

Pisvejc já havia sido notícia em 2012, após usar notas de dólar falsas para jogar no antigo convento de Santa Úrsula. Dois anos depois, ele deitou nu na via Zannetti, em frente ao museu Casa Martelli. Já no ano passado, jogou tinta cor de laranja em uma escultura na Piazza Signoria.   

A artista Abramovic nasceu em Belgrado em 1946. Ela é famosa por suas performances arriscadas. Em 1997, foi vencedora do Leão de Ouro na Bienal de Veneza. 

O diretor do Palazzo Strozzi, Arturo Galansino, postou uma fotografia com Abramovic em uma rede social para tranquilizar os fãs e afirmar que estava tudo bem com a artista:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Stiamo bene! Everything is fine! Il direttore della Fondazione Palazzo Strozzi Arturo Galansino, curatore della mostra “Marina Abramović. The Cleaner”, in corso a Palazzo Strozzi a Firenze (fino al 20 gennaio 2019), esprime il suo sentito dispiacere per l’aggressione subita dall’artista nel cortile di Palazzo Strozzi in data odierna. L’episodio si è verificato subito dopo la conclusione di un altro appuntamento di grande successo di pubblico per la firma del suo nuovo libro di interviste “Marina Abramovic Interviews 1976-2018”, evento che ha concluso una trionfale settimana di eventi con l’artista a Firenze, culminata nella conferenza pubblica al Teatro del Maggio Musciale Fiorentino a cui hanno partecipato oltre 1.500 persone. Marina Abramović sta bene e non ha subito alcun danno fisico. Dopo le verifiche con le forze dell’ordine ha lasciato Palazzo Strozzi con serenità. Subito dopo l’accaduto ha voluto incontrare l’aggressore per un confronto diretto sulle ragioni di questa azione.

Uma publicação compartilhada por Palazzo Strozzi (@palazzostrozzi) em

Mais conteúdo sobre:
Marina Abramovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.