Armação, um dos últimos filmes do mestre Robert Altman

Em 1998, Robert Altman não estava numa fase tranqüila de sua carreira. O fracasso de público de Kansas City o levara de volta à TV, na qual ele passou todo o ano precedente. De volta ao cinema, realizou A Fortuna de Cookie e Dr. T e as Mulheres, antes de Assassinato em Gosford Park, que foi seu maior sucesso, de público e crítica, da fase final de sua extraordinária carreira. A Armação inscreve-se nesse lote. O filme passa às 19h55 no Telecine Cult. No original, chama-se The Gingerbread Man. Kenneth Branagh faz advogado que se envolve com mulher sedutora. O pai dela é obsessivo e violento em relação à filha (Embeth Davidz). Branagh consegue interná-lo num instituto psiquiátrico, mas ele foge e a vida de muitos fica em perigo. Altman surgiu como grande diretor nos anos 70, embora já estivesse na ativa desde os 50. Sua obra-prima, Nashville, data de 1975. Foi lá que Altman desenvolveu seu método de soltar a câmera entre diversos personagens para compor amplos painéis sociais (e existenciais). Com Um Longo Adeus, ele já incursionara, à sua moda, pela tradição do filme noir. Há aqui vários elementos desse tipo de cinema, inclusive a mulher fatal. Robert Downey Jr., Robert Duvall e Tom Berenger também estão no elenco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.