Hélvio Romero/ Estadão
Hélvio Romero/ Estadão

Antonio Manuel, Berna Reale e André Komatsu vão representar o Brasil em Veneza em 2015

Decisão foi anunciada pela Fundação Bienal de São Paulo, que realiza a mostra oficial do País no evento italiano

Camila Molina, O Estado de S. Paulo

16 Dezembro 2014 | 11h16

Os artistas Antonio Manuel, Berna Reale e André Komatsu serão os representantes nacionais do Brasil na 56ª Bienal de Veneza, que será inaugurada em 9 de maio de 2015. O anúncio foi feito pela Fundação Bienal de São Paulo, responsável pela tarefa de realizar a mostra do País no Pavilhão Brasil, nos Giardini. A escolha foi feita pelos curadores Luiz Camillo Osorio e Cauê Alves, convidados pela instituição. Os três criadores selecionados apresentam produções artísticas de "engajamento", mas "sem perda da intensidade lírica", justificaram Osorio e Alves.  A exposição com suas obras terá como título É tanta coisa que não cabe aqui, inspirado em cartaz das manifestações populares de 2013.

 

Antonio Manuel (1947), nascido em Portugal, mas que vive no Rio desde 1953, é artista referencial da arte e política. Sua série dos Flans (1968-1975) é considerada uma das mais emblemáticas do período ditatorial. Já a paraense Berna Reale (1964) vem cada vez mais se destacando por sua obra contundente e irônica de denúncia sobre a violência. Vídeos de suas performances realizadas em Belém e fotografias podem ser vistos na atual exposição Vapor, que ela apresenta na Galeria Millan de São Paulo. O paulistano André Komatsu (1978) também é um dos criadores mais interessantes da jovem geração.

Desta vez, a Fundação Bienal de São Paulo, presidida por Luis Terepins, rompeu com modelo anterior de levar a Veneza artistas escolhidos pela curadoria da última Bienal paulistana. Nesse sentido, a entidade convidou Luiz Camillo Osorio e Cauê Alves e não os curadores da 31ª Bienal, encerrada no dia 7 de dezembro. Outra diferença é a de os selecionados não terem também participado do evento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.