Ano vem, ano vai, continuamos exilados

Astral

Quiroga, E-mail: astro@o-quiroga.com, O Estadao de S.Paulo

31 de dezembro de 2007 | 00h00

Data estelar: Marte, em seu ilusório movimento de retrogradação, reingressa em Gêmeos; a Lua é quarto minguante em Libra.Enquanto isso, aqui na nave Terra se encerra hoje o ano cristão de 2007, e nossa humanidade, é claro, festeja com grande pompa o evento, mas, olhando para o céu, nada comprova que algo novo esteja começando. Nesta cultura erigida sobre templos pagãos, que é a judaico-cristã, a contagem de tempo há muito deixou de seguir os eventos cósmicos, limitando-se cada vez mais até chegar ao que é hoje, um acontecimento puramente fiscal, de natureza contábil. Por isso, e dadas as circunstâncias, é de se perguntar, afinal, o que é mesmo que nossa humanidade festeja? Enquanto a contagem de tempo não retomar sua estrutura significativa, que é acompanhar o movimento da Terra no espaço infinito, continuaremos celebrando o paradoxo de sermos do Universo, mas estarmos exilados deste.ÁRIES 21-3 a 20-4Desconfiar nunca será uma atitude virtuosa, mas ao mesmo tempo, como não desconfiar de pessoas que aproveitam todas as ocasiões para repetir as mesmas coisas de sempre? Com certeza deve haver segundas intenções por trás das palavras.TOURO 21-4 a 20-5A iminência do ano-novo ressuscita as velhas preocupações. O que será do dinheiro? Da saúde? Do amor tão longamente desejado e tão pouco praticado? Algo novo para o ano-novo seria mesmo banir para sempre as velhas preocupações.GÊMEOS 21-5 a 20-6Que motivo haveria para tanto nervosismo no dia de hoje? Aparentemente nenhum, mas isto não significa que você possa deixar de senti-lo, pois este é real. Importante será apenas que você não argumente em cima desse nervosismo.CÂNCER 21-6 a 21-7Relaxe, aproveite o respiro que o tempo atual oferece, desfrute um pouco a vida, sem por isso recorrer a extremos. A tensão vai embora por alguns instantes, e mesmo que estes sejam fugazes, dará para aproveitá-los devidamente.LEÃO 22-7 a 22-8Há assuntos que seria melhor preservar em segredo, mas de uma hora para outra surgem nas conversas, fazendo com que estas subam de tom num momento em que nada deveria perturbar a paz. É hora de luzir o espírito diplomático.VIRGEM 23-8 a 22-9Enquanto a grande maioria só pensa em descansar e esquecer a dureza do trabalho, sua alma continua fazendo contas e planejando estratégias mais eficientes para que as grandes ambições se aproximem cada vez mais da realidade.LIBRA 23-9 a 22-10A esta altura do ano, quem desejaria refletir sobre os acontecimentos? Só as almas ousadas, que pretendem evoluir e nunca mais repetir erros! Tudo parece indicar que é você uma dessas raras almas. Refletir é levar vantagem.ESCORPIÃO 23-10 a 21-11Todos os venenos servem ao propósito de sua alma proceder com o trabalho alquímico, transmutando-os em remédios. Cada dor, cada sofrimento é uma porta que conduz à libertação. É um trabalho difícil, mas é o trabalho do destino.SAGITÁRIO 22-11 a 21-12Que não reste dúvida nem confusão: os conflitos só adormeceram por causa do réveillon, mas sua força permanece latente, e por isso influente também. Os conflitos são incômodos, mas é inegável que alimentem as transformações também.CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1Há tanta coisa importante para ser feita, mas também há tanta gente querendo dar importância a aspectos periféricos. Este é um momento de seu destino em que você precisará usar ao máximo seu poder de discernimento.AQUÁRIO 21-1 a 19-2Essa história de abrir mão de seus desejos em prol de satisfazer os de pessoas próximas nunca vai dar muito certo, pois uma atitude dessas careceria do devido desapego que evitaria que tal sacrifício se transformasse em cobrança.PEIXES 20-2 a 20-3Mesmo aqueles relacionamentos a respeito dos quais você não deposita mais nenhuma fé terão de ser renovados e revistos sob outra luz, pois evidentemente você não poderá iludir-se com quaisquer conquistas que prescindam de relacionamentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.