REUTERS/Luke MacGregor
REUTERS/Luke MacGregor

Alice Cooper descobre obra de Andy Warhol perdida há 40 anos

Roqueiro afirmou que a obra, parte da série 'Morte e Desastre', estava "enrolada num tubo"

O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2017 | 12h51

O cantor Alice Cooper fez nesta segunda-feira, 24, uma revelação surpreendente para muitos fãs de arte moderna. O roqueiro descobriu, num armário em seu depósito, uma obra do artista Andy Warhol que estava perdida há 40 anos.

A obra questão é uma serigrafia da série Death and Disaster ('Morte e Desastre'), uma versão em vermelho de 'Pequena Cadeira Elétrica'. Segundo Cooper, a obra, que nunca foi emoldurada, estava "enrolada num tubo", perto de uma cadeira elétrica usada por ele no palco dos seus shows nos anos 1970. 

A informação sobre a obra de Warhol foi confirmada pelo empresário do cantor, Shep Gordon, para o jornal britânico The Guardian. De acordo com Gordon, o artista e o roqueiro se tornaram amigos nos anos 70 em Nova York. "Em 1972, Alice se mudou para Nova York com a namorada Cindy Lang", disse ao Guardian. "Eles amavam pessoas famosas e começaram uma amizade, amavam sair juntos."

Foi Cindy, inclusive, quem teve a ideia de comprar a obra de Warhol, por apenas 2.500 dólares na época. Hoje pode valer muito mais. A versão verde da mesma obra foi leiloada, em 2015, por mais de 11 milhões. A obra de propriedade de Cooper, porém, não está assinada e por isso poderia não conseguir alcançar um valor tão grande quanto a "irmã". Por enquanto, sem querer vender ou pendurar obras caríssimas em casa, Alice Cooper resolveu guardar novamente a peça. 

Mais conteúdo sobre:
Alice CooperAndy Warhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.