Aldrich e o jogo de poder no esporte

Nos anos 60 e 70, Robert Aldrich revelou uma preferência toda especial por filmes com elenco masculino, mostrando homens em choque com o mundo, levados ao limite, na guerra ou no esporte. Golpe Baixo, às 22 horas no TNT, foi o primeiro de dois filmes consecutivos que ele fez com Burt Reynolds (no ano seguinte, 1975, foi a vez de Crime e Paixão). Aqui, ex-jogador vai preso e, na cadeia, forma time dos presos para enfrentar os guardas. Além de eletrizante, como espetáculo de ação, o filme é rico por sua análise dos jogos de poder (e violência). Neste sentido, dá de dez no recente remake com Adam Sandler. O único problema é que Aldrich divide a tela para mostrar ações simultâneas durante o jogo e o recurso exige a tela grande do cinema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.