Handout/ Parque Arqueológico da Pompeia/ AFP
Handout/ Parque Arqueológico da Pompeia/ AFP

Afresco de gladiador é descoberto em Pompeia, na Itália

Ministério da Cultura italiano foi o responsável em divulgar a informação. Obra foi encontrada na última sexta-feira, 11

AFP, Agências

12 de outubro de 2019 | 15h36

Um vívido afresco representando um gladiador com armadura vitorioso e seu oponente ferido foi descoberto na antiga cidade romana de Pompeia, informou o Ministério da Cultura da Itália na última sexta-feira, 11.

A figura em dourado, azul e vermelho foi descoberta no que os especialistas acham que era uma taberna frequentada por gladiadores, que lutavam entre si, com prisioneiros e com animais selvagens para o entretenimento do público.

Um lutador que usa um capacete de aba larga e pluma, segura no alto seu grande escudo retangular na mão esquerda, enquanto empunha a espada curta na direita. No chão ao lado dele, encontra-se o escudo do derrotado, que sofreu ferimentos profundos e está ensanguentado.

"O que é particularmente interessante é a representação extremamente realista das feridas, como as no pulso e no peito do gladiador vencido, das quais escorre sangue", disse Massimo Osanna, diretor do parque arqueológico de Pompeia. O afresco - que mede 1,12 metro por 1,5 metro - foi encontrado durante escavações em um antigo porão. Ainda não se sabe de que época a pintura data.

Um dos locais turísticos mais visitados da Itália, a antiga cidade romana de Pompeia foi sepultada pela erupção do Vesúvio no ano 79 d. C., há quase dois mil anos atrás.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.