Acionada na Justiça

Empresário move ação por plágio

Alline Dauroiz, O Estadao de S.Paulo

23 de dezembro de 2008 | 00h00

Há um ano, o empresário João Andrade, criador e patrocinador do programa Terra Sertaneja, exibido pela Band de novembro de 2005 a fevereiro de 2007, move na Justiça uma ação contra a rede por rescisão contratual e plágio.De acordo com o processo, ainda na 1ª instância da 18ª Vara Cível do Fórum Central de São Paulo, o contrato de Andrade com o canal, para locação de horário na grade, deveria vigorar até novembro deste ano, mas foi suspenso em fevereiro de 2007.Dois meses após o fim do Terra Sertaneja, porém, a Band estreou o Terra Nativa, programa que Andrade garante ter sido plagiado.Apresentado pela dupla Guilherme & Santiago, com reportagens de Aline Lima, filha do cantor Chitãozinho, o Terra Nativa já gravou programas que vão ao ar até março. Depois, o destino ainda é incerto.Por meio de sua assessoria de imprensa, a Band informa que já se pronunciou em juízo. Agora, "aguarda a decisão da Justiça" e "tem certeza de que vai vencer". E garante que a decisão de manter ou não o programa no ar em 2009 nada tem a ver com questão judicial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.