A voz do Brasil

CÓPIAS TRADUZIDAS - Dubladas: qualquer ator estrangeiro começa a falar português sem [br]sotaque. Legendadas: só que há quem faça questão do áudio original

Caio Quero, O Estadao de S.Paulo

25 Fevereiro 2008 | 00h00

John Travolta tem uma voz pequena, frágil até. Mas no Brasil, ela é potente, grave e falada em português sem sotaque. A mudança não se restringe apenas a ele: muitos atores estrangeiros mudam de voz nos nossos cinemas. Tudo efeito da dublagem, facilidade para uns, maldição para outros.A prática não limita-se apenas ao público infantil. Em 2007, ?Duro de Matar 4.0? chegou ao cinema com 16% de suas cópias dubladas (57 de 352). Filmes de apelo popular são rentáveis assim. "O custo, de até R$ 100 mil, é compensado, pois mais pessoas estão interessadas na versão dublada", diz Patricia Kamitsuji Ito, diretora-geral da Fox Film do Brasil.A etapa mais interessante é a adaptação. "Coloco gírias, refaço piadas e mudo palavras para que o final da frase tenha o mesmo movimento labial do ator", explica a diretora de dublagem Luciene Andreotti, do estúdio Woodvídeo. "Quando o dublador chega ao estúdio, dou uma descrição geral do tipo - digo que é um cara durão, por exemplo. Depois, ele ensaia algumas vezes e já começa a gravar."O processo de legendagem também tem seus truques. "Não colocamos o texto literal, o espectador não acompanha", explica Tadao Ogawa, diretor da Clone Áudio e Vídeo, que já passou por apuros. Tradutores de inglês, francês e espanhol existem aos montes, mas de outras línguas, não. "Legendamos um documentário sobre ianomâmis. Foi difícil achar quem traduzisse." AS ETAPAS DA ADAPTAÇÃO1. O roteiro, devidamente traduzido, é entregue às empresas que fazem as legendas;2. O texto original é reduzido e adaptado, para que o espectador consiga ler a tempo;3. É feita a temporização, quando o texto é sincronizado. Ou seja, a legenda aparece enquanto dura a fala do ator. BONITOS E FAMOSOS X SIMPÁTICOS E ANÔNIMOS"Bond, James Bond". Muita gente ouviu o bordão do agente secreto pela voz de Leonardo Camillo. Responsável pela versão brasileira da voz de Pierce Brosnan há mais de 10 anos, ele também dubla Nicolas Cage e John TravoltaArmando Tiraboschi sabe que não tem todo o charme do galã Richard Gere, mas também tem certeza de que muita mulher já suspirou ao ouvir sua voz. Por incrível que pareça, ele também faz a voz de um personagem de Pokémon Faz 39 anos que Cecília Lemes faz dublagens. Em todo este tempo, ela já emprestou sua voz para atores de filmes e seriados. A que mais marcou sua carreira foi a fala esganiçada da personagem Chiquinha, do seriado ?Chaves?O HOMEM-PLACAA função do dublador Paulo Carboni nem sempre é notada pelo espectador. Ele é o ?placa? do Woodvídeo: faz a voz de assinatura do estúdio de dublagem, que aparece no início do filme com a invariável frase: "versão brasileira...". Além disso, também exerce a função de narrador ?em off? nos filmes. Tudo com o tom de voz modulado de acordo com o gênero. Em uma comédia, a voz é mais aberta, enquanto que, em um drama, é mais solene e grave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.