A sexy Camila Pitanga e a invenção do Brasil

Mais até do que uma resposta para a pergunta ''''Quem matou Paula?'''', o público que assiste a Paraíso Tropical - e a novela termina na sexta - está interessado em saber se Olavo e Bebel vão ficar juntos no desfecho? Os personagens do empresário mau-caráter e da garota de programas, interpretados por Wagner Moura e Camila Pitanga, viraram os queridinhos do público, no que não deixa de ser uma mudança e tanto no perfil dos consumidores de novelas.Antes, eles torciam pelo mocinho e pela mocinha. Agora, torcem por uma dupla cujo perfil não é dos mais recomendáveis. Pode ser um reflexo das mudanças no País, das recentes denúncias de corrupção, não importa. Wagner Moura prefere explicar a aceitação do público pelo humor. E há a beleza espetacular de Camila.Camila deu um show na abertura da Première Brasil, do Festival do Rio 2007, à que compareceu para assistir a Nome Próprio, de Murilo Salles. Tinha gente que nem olhava para a tela. Hoje, às 22 h, no Canal Brasil, ela faz a índia de Caramuru, na invenção do Brasil reinterpretada, com humor, por Guel Arraes. Guel fez coisas melhores (O Auto da Compadecida, Lisbela e o Prisioneiro). Camila, de qualquer maneira, é 10.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.