A rebelião do Quebra-Quilos sob um prisma brechtiano

Márcio Marciano é um dos diretores fundadores da Cia. do Latão. Morando atualmente em João Pessoa, na Paraíba, ele encenou lá Quebra-Quilos com sete atores do grupo Alfenim, entre eles Sôia Lira (Vau de Sarapalha) e Zezita Matos (O Céu de Sueli). Essa peça, que já participou de vários festivais de teatro, entre eles o do Recife, onde foi visto pelo Estado, revisa um episódio histórico. Bom teatro brechtiano, explora diferentes facetas da rebelião popular que tomou conta do Nordeste, em 1872, com a imposição de um novo sistema de pesos e medidas. ServiçoQuebra-Quilos. 90 min. 14 anos. Teatro Coletivo (134 lug.). Rua da Consolação, 1.623, tel. 3255-5922. Hoje e amanhã, 21 h. R$ 20

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.