A Irlanda idealizada de Ford e a obsessão amorosa, por Truffaut

Cinéfilo que se preze deve se postar diante da TV, sintonizado no Telecine Cult, para ver, a partir das 19h35, um programa duplo sensacional. O primeiro filme é Depois do Vendaval, de John Ford, com a dupla clássica John Wayne/Maureen O''Hara, que será seguido, às 22 horas, por A História de Adèle H, de François Truffaut, com Isabelle Adjani.No recente documentário sobre a parceria entre mestre Ford e seu ator fetiche, um crítico norte-americano diz que nunca entendeu como um filme que lhe parece tão machista, como Depois do Vendaval, virou um cult adorado até por feministas de plantão. Na história, Wayne chega a Innesfree, na Irlanda, fugindo de uma tragédia - era pugilista e matou um homem no ringue. Disposto a nunca mais lutar, ele tem de recuar de sua decisão por amor a Maureen, enfrentando o cunhado, Victor McLaglenm (veja para saber por quê), numa memorável luta a socos.Elenco, ação, humor, tudo é perfeito e a beleza das imagens cria uma Irlanda ideal. Truffaut, em Adèle H, conta a história dessa mulher que fica obcecada e persegue um homem com o qual, no limite, não quer nada, fisicamente. Isabelle é magnífica no papel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.