A arte enfrenta a barbárie em Sra. Henderson Apresenta

Durante a 2ª Guerra Mundial, Londres conseguia a proeza de se esquecer, durante poucos momentos, do conflito: eram justamente aqueles em que, no Teatro Windmill, o palco era ocupado por mulheres nuas. Pornografia? Mas como não oferecer um certo prazer quando o terror domina a rotina? Essa parece ser a mensagem de Sra. Henderson Apresenta, filme que o canal Cinemax exibe a partir das 20h30.A senhora Henderson do título é uma mulher que decide transformar o teatro, ameaçado de fechar por falta de público, em um palco de interesses masculinos. No início, ela hesita, um pouco por pudor. Mas, por fim, Sra. Henderson rende-se a um raciocínio válido em momentos de conflito: a arte tem de vencer a barbárie. Assim, dentro do teatro, as pessoas nem percebem que existem problemas lá fora.Vivido por Judi Dench, uma das melhores atrizes da atualidade, Henderson é uma aristocrata distinta, ao mesmo tempo conservadora e provocadora. Dirigido por Stephen Frears, trata-se de um filme sobre a beleza e a paixão das mulheres. Também sobre a importância da representação, que esconde segredos atrás de uma fachada cuidadosamente escolhida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.