A arte do portrait pelo fotojornalismo

Mostra na SP-Arte/Foto reúne 10 retratos de personalidades da cultura feitos a partir de 2003 por fotógrafos do 'Estado'

Camila Molina, O Estadao de S.Paulo

09 de setembro de 2009 | 00h00

Definir uma pessoa por meio de apenas uma imagem é uma tradição que remonta à Antiguidade. E na fotografia, especialmente no jornalismo, o gênero do retrato, ou portrait, é uma arte e não uma foto "instantânea" que contempla, como afirma o crítico e repórter especial do Caderno 2, Antonio Gonçalves Filho, uma relação muito estreita com os retratos pintados da era vitoriana: os fotorrepórteres traduzem com criatividade a personalidade e a profissão de um retratado se valendo de um cuidado formal tal como num quadro. Essa é a tônica da mostra Portraits - Fotojornalismo em O Estado de S. Paulo, que será inaugurada hoje na abertura da 3ª edição da feira SP-Arte/Foto/2009, no Shopping Iguatemi. Com curadoria de Gonçalves Filho, a exposição apresenta dez retratos de personalidades do meio cultural feitos por premiados fotógrafos do jornal.

 

Veja galeria de fotos

Quando o crítico foi convidado pela diretora da feira, Fernanda Feitosa, para fazer uma exposição com fotografias do Estado dentro de um espaço cedido pelo evento, a ideia de dar destaque ao portrait surgiu naturalmente. "Era uma maneira de fugir do formato das mostras de fotojornalismo, que privilegiam as tragédias cotidianas", diz Gonçalves Filho. Para a pré-seleção das imagens, todos os repórteres fotográficos foram chamados a enviar portfólio - sem identificação do nome do fotógrafo - com retratos que tinham feito para a área artística. "Foi uma seleção no escuro, pelo impacto das imagens", diz o curador, que, com trabalho, chegou à escolha de dez portraits, assinados por Antonio Milena (da atriz Bibi Ferreira), Eduardo Nicolau (do músico Edgard Scandurra), Ernesto Rodrigues (do escritor José Saramago), Jonne Roriz (da atriz Leticia Sabatella), José Luis da Conceição (do estilista Alexandre Herchcovitch), José Patrício (do ator Paulo Autran), Hélvio Romero (do cantor e compositor Paulinho da Viola), Márcio Fernandes (do bibliófilo José Mindlin), Paulo Liebert (do cineasta Wim Wenders) e Paulo Pinto (dos cantores Seu Jorge e Ana Carolina).

Os retratos foram clicados entre 2003 e 2009 e revelam um diálogo particular entre os modelos e os fotojornalistas. Muitas são as histórias por detrás das obras, mas, como afirma o curador, "nenhuma palavra conseguiria ser tão autêntica como documento". Paulo Autran, pouco antes de morrer, em 2007, se despede de uma plateia. Bibi Ferreira, no camarim meio escuro, tem uma expressão facial "que traduz sua carreira", diz Gonçalves Filho, remetendo à de seu papel em Gota D"Água. Obras de artistas.

Serviço

SP-Arte/Foto. Shopping Iguatemi. Av. Brig. Faria Lima, 2.232, 3094-2820. 5.ª e 6.ª, 15 h/21 h; sáb. e dom., 14 h/21 h. Grátis. Até 13/9. Abertura hoje, às 15 h

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.