QUIROGA, E-MAIL: astro@o-quiroga.com, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2014 | 00h00

Data estelar: Sol e Marte em quadratura, a Lua será vazia das 13h11 às 20h38, horário de Brasília.Enquanto isso, aqui na nave Terra nossa humanidade faria bem aproveitando as informações estelares para organizar suas atividades, pois a saúde, felicidade e prosperidade dependem inteiramente da sábia alternância entre os períodos de trabalho e descanso. Todo ser humano deve agir de forma objetiva, mas também recolher-se e funcionar subjetivamente, e o problema de nossa modernidade, especialmente a ocidental, consiste em que a informação subjetiva tem sido sistematicamente atacada, como se fosse de segunda categoria. O ser humano que não dormir morrerá em poucos dias, isso é sabido. Porém, é pouco compreendido que, também, o ser humano que não meditar ou sonhar acordado, acaba enlouquecendo. Lua vazia é licença cósmica para todos nos exercitarmos na arte da despreocupação.ÁRIES 21-3 a 20-4A instabilidade reina e, apesar do desconforto que esta provoca, há algo muito útil que pode ser aproveitado dessa condição. A utilidade da instabilidade é sua alma poder detectar o que é realmente importante, distinguindo-o do que é superficial.TOURO 21-4 a 20-5Você tem força suficiente para fazer com que sua vontade prevaleça, porém, a que preço isso aconteceria? Esta é uma pergunta crucial que precisa ser feita na intimidade, onde a transparência e a sinceridade sejam possíveis.GÊMEOS 21-5 a 20-6A tensão beira o insuportável, mas o tempo passará e nada do que parece tão importante nos dias atuais sobreviverá, pois tudo será transformado pelo poder da instabilidade. Por isso, permita que a instabilidade opere livremente.CÂNCER 21-6 a 21-7Faça o possível para que o vaivém e a instabilidade atuais não afetem demais sua alma. Contemple os acontecimentos, mas não se sinta imediatamente atingido por esses, ou se algo assim acontecer, reflita, se distancie para observar tudo melhor.VIRGEM 23-8 a 22-9Você se vê às voltas com situações conflitantes que, à primeira vista, parecem ter caído em seu colo sem você ter feito nada para merecê-las. Entenda: o destino tem razões que a mente humana só consegue compreender depois de muito tempo.LEÃO 22-7 a 22-8Ainda que o momento atual contrarie a realização de algum de seus desejos, seria melhor considerar ser impossível superar a força do tempo, e que a atitude mais sábia consistiria em aproveitar a adversidade para, em silêncio, melhorar seus planos.LIBRA 23-9 a 22-10Todos aqueles assuntos que no passado não foram resolvidos, deixados para o futuro, parecem conspirar para aparecerem todos ao mesmo tempo. O futuro de tais assuntos é agora mesmo. Invoque a presença de espírito para administrá-los.ESCORPIÃO 23-10 a 21-11Tudo que parecia seguro, combinado e em pleno andamento, a partir de agora, e por um pequeno espaço de tempo, tende a ser questionado e tornado instável pelas próprias circunstâncias. Nada de mal nisso, desde que você o encare com calma.SAGITÁRIO 22-11 a 21-12Neste momento, você pensa estar no olho do furação, mas ao mesmo tempo, as pessoas ao seu redor estão convencidas de ser você o olho desse furação. Quem tem razão? O tempo atual não comporta esse tipo de questionamento.CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1É cansativo ter de voltar uma e outra vez sobre assuntos que já deveriam ter seguido seu curso, mas como tudo depende de pessoas, e todas andam bastante desorientadas e perturbadas, o panorama da atualidade não deveria surpreender.AQUÁRIO 21-1 a 19-2Pense: não são as coisas que empacam, mas as pessoas envolvidas, quando ninguém quer dar o braço a torcer ou fazer mínimas concessões, sempre argumentando razoavelmente que já cederam tudo que lhes era possível. Pense.PEIXES 20-2 a 20-3De repente, sua alma se vê jogada para dentro de conflitos em que, aparentemente, não teria envolvimento direto. Contudo, para uma alma como a sua, que reconhece a comunhão universal, isso não poderia ser considerado uma casualidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.