A adaptação ao desconhecido

Data estelar: Sol em quadratura com Júpiter e Netuno; a Lua míngua no signo de Aquário.Enquanto isso, aqui na Terra a maior parte do tempo nossa humanidade finge que está tudo bem, mas sente e pressente informações que a colocam em estado de alerta. Corpo, mente e emoção estão sujeitos à turbulência provocada pelo inexorável desaparecimento do véu que separa a realidade material daquela que chamamos de astral. O resultado disso é permanecermos naquele lusco-fusco entre a vigília e o sono, ainda conscientes do que aconteceu do lado de lá e atentos ao lado de cá, mas especificamente nem cá nem lá. Porém, a rotina continua e, por isso, corpo, mente e emoções sofrem com maior intensidade do que normalmente, pois temos de nos adaptar a uma condição ainda desconhecida para todos nós.ÁRIES 21-3 a 20-4Proteja seus recursos, há mãos ávidas querendo pegar o que é seu. Porém, esta proteção não precisa ir além da conta, ao ponto de evitar fazer os devidos investimentos para que tudo continue correndo da melhor forma possível.TOURO 21-4 a 20-5Vem aí o momento de você ter de enfrentar situações que tentam sua alma a tomar atitudes radicais. Ante isso, melhor respirar fundo e contar até cem, porque a tentação parece sedutora, mas traz em seu ventre problemas, não soluções.GÊMEOS 21-5 a 20-6Esclarecer tudo é um anseio legítimo, mas que não encontra no momento atual o tempo propício para realizar-se. O tiro sairia pela culatra e sua alma também se veria envolvida num tiroteio que, depois, seria difícil deter. CÂNCER 21-6 a 21-7A sabedoria é a melhor economia das atitudes, porque não é muito para lá nem tanto para cá, transita pelo dourado caminho do meio. Neste momento, em que tanta coisa está envolvida, nada além da sabedoria pode salvar você.LEÃO 22-7 a 22-8Agir racionalmente não afetaria a espontaneidade, mas brindaria com suporte para você tomar decisões verdadeiramente sábias, umas que ajudariam a colocar os relacionamentos numa trilha melhor para todas as pessoas envolvidas.VIRGEM 23-8 a 22-9Quando cair a ficha de que nenhuma discussão levará a nada, então alguém tomará a iniciativa e fará o que deve ser feito: arregaçar as mangas e empreender a ação concreta, eficiente e que coloque tudo em harmonia novamente.LIBRA 23-9 a 22-10O jogo do vale-tudo não se aplica a você. É tentador, porque em determinados momentos pareceria ser a única maneira de garantir satisfação, mas depois logo sua alma descobriria ter aberto mão de coisas mais valiosas.ESCORPIÃO 23-10 a 21-11Este é o sagrado momento em que as faltas podem ser canceladas, umas pelas outras equilibradas e, assim, as pessoas envolvidas serem mais livres, belas e graciosas. Haverá espírito suficiente para agir assim?SAGITÁRIO 22-11 a 21-12Quando os afazeres cotidianos deixam de ser atendidos em nome de uma visão mais ambiciosa da vida, em algum momento acontecerá uma crise, para que sua alma lembre da necessidade de manter tudo na maior harmonia possível.CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1Nunca faça nada do que, depois, você se envergonharia. Essa é uma sugestão adequada ao momento atual, porque seu corpo de desejos arde de vontade de experimentar. Porém, as circunstâncias não estão nada boas.AQUÁRIO 21-1 a 19-2Você não precisa ceder ao apelo ambicioso de cortar todo o mal pela raiz. Neste momento, será suficiente dar conta do mal que afeta os relacionamentos, para que todas as pessoas envolvidas recuperem a alegria de viver.PEIXES 20-2 a 20-3Os acontecimentos são uns, a forma com que você os encara é outra coisa diferente. Certamente, alguns desses acontecimentos vão de encontro aos seus planos, mas isso não quer dizer que a coisa toda vá degringolar ao ponto de dar em nada.

Quiroga, e-mail: astro@o-quiroga.com, O Estadao de S.Paulo

15 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.