1º dia: Liberdade/Paraíso

O Hinodê foi o ponto de partida. Ali os jurados encontraram arroz saboroso e morno, com bolinhos feitos um a um, mas os peixes eram muito magrinhos. Alguns metros abaixo, no Sushi Yassu, situação inversa. "Peixe um pouco melhor, arroz magro", decretou Jacques Trefois. A próxima parada: Shin-Zushi, que entusiasmou. "Peixe excelente, arroz incrível, um sushi que desmancha só na boca, e sem pressa para não perder o sabor", definiu Silvio Giannini. A quarta toalha quente da noite foi a do Aizomê. "Alho não combina com sushi", disse Ilan Kow, ao largar os bolinhos com lascas fritas.

, O Estadao de S.Paulo

02 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.