As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ziraldo

Ubiratan Brasil

04 de setembro de 2011 | 13h40

Ziraldo é um fenômeno. Filas se formam em busca de seu autógrafo, como aconteceu aqui na Bienal do Livro do Rio. continua com o posto de recordista de autógrafos em bienais do livro. Sábado,  ele promoveu a venda de exatos 3.331 livros no estande da editora Melhoramentos, durante sua passagem entre 16 h e 20h30. Segundo conta dos editores, cerca de 5 livros foram vendidos por minuto.

  Entre os títulos comercializados, o primeiro posto continua com um de seus best-sellers: O Menino Maluquinho, que vendeu 670 exemplares apenas no sábado. As cifras deverão aumentar pois Ziraldo volta neste domingo ao Riocentro, assim como na quarta-feira (feriado da Independência) e no próximo fim de semana, quando termina a Bienal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: