Teatros reabrem na Europa com novas regras
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Teatros reabrem na Europa com novas regras

Ubiratan Brasil

26 de maio de 2020 | 19h11

Enquanto no Brasil é aguardada a reabertura dos espaços culturais, a Europa já se prepara para reabrir portas de cinemas e teatros. Não é mais novidade que novas regras vão gerenciar a relação do público com o espaço e com os atores, no caso dos teatros. Mas alguns detalhes novos chamam atenção.

O espaço entre as cadeiras será obrigatório. Os teatros que não retirarem os assentos deverão deixar vagos lugares de forma a manter a distância entre as pessoas. Haverá poltrona isolada para quem for sozinho e também para quem estiver acompanhado. Um exemplo de como será a nova rotina foi revelado pelo Berliner Ensemble, um dos mais tradicionais teatros alemães, em sua conta no Instagram, que trouxe a imagem da nova configuração da plateia, agora determinada pela pandemia do novo coronavírus.

Plateia. Como ficará o teatro do Berliner Ensemble, a partir da reabertura. Foto Instagram

Em Portugal, a reabertura está prevista para segunda-feira, dia 1º de junho, e algumas novidades chamam atenção. Por exemplo: todos os espetáculos, incluindo aqueles ao ar livre e os gratuitos, terão que ter ingressos.

Nos teatros fechados, a disposição das poltronas será aquela, com espaços vagos entre os lugares, de forma a reduzir em, no mínimo, 50% a capacidade original da sala. E, nos espetáculos ao ar livre, também os lugares terão de ser marcados no chão.

A entrada à sala de espetáculo será controlada de uma forma semelhante ao acesso aos aviões: entrarão primeiro os espectadores com ingressos para a fila A, depois a fila B e assim sucessivamente até a última fila. E, terminada a apresentação, sairão primeiro os espectadores da última fila, seguidos daqueles da penúltima fila até chegar ao pessoal mais próximo do palco.

Detalhe importante: as autoridades portuguesas recomendam que os espetáculos não tenham intervalo – algo que é essencial em musicais, óperas e até na dança. Se não for possível evitar a parada, é recomendável que o intervalo seja o mais breve possível e, importante, as pessoas não poderão deixar seus lugares. Ou seja, a ida ao banheiro estaria vetada.

O uso de máscara será obrigatório, assim como a facilidade de acesso a recipientes com álcool gel. A medição de temperatura deverá acontecer, especialmente nos artistas. As portas de acesso ao teatro deverão ficar abertas a fim de se evitar que as pessoas toquem nessas portas.

Enfim, uma nova rotina, menos acolhedora, menos sociável, mas mais saudável. Mas, para quem realmente ama ir ao teatro e ao cinema, serão apenas novas formas de realizar um gosto prazeroso.

Tudo o que sabemos sobre:

teatroMusical#coronaviruscovid-19

Tendências: