As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O novo ditador

Ubiratan Brasil

26 Fevereiro 2012 | 23h14

O ator Sacha Baron Cohen provou ser um homem de palavra. Apesar de proibido (depois liberado) pela Academia para vir à festa vestido como o militar que interpreta em seu novo filme, O Ditador, ele desfilou pelo tapete vermelho portando um uniforme branco repleto de medalhas e condecorações. Mais: fazia gestos que lembravam o recentemente falecido líder da Coreia do Norte, Kim Jong-il.

Muito se comentou se tal proibição não passou de uma jogada de marketing da Academia. Se foi, quem saiu ganhando foi o próprio Sacha, que vem se tornando especialista em papeis controversos.