As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Musicais 2012

Ubiratan Brasil

14 de janeiro de 2012 | 13h19

Começamos um ano que promete para os musicais – Hair já chegou a São Paulo (revejo nesta segunda com muita ansiedade), Cabaret está de volta e Xanadu chegou ao Rio (pretendo assistir lá). Março, porém, promete ser o grande mês.

Logo no início, no dia 2, A Família Addams chega ao Teatro Abril, com Marisa Orth e Daniel Boaventura à frente de um elenco. Meninos, se a química entre eles funcionar (o que tem tudo pra acontecer), creio que teremos um dos espetáculos do ano.

Ainda em março, teremos Priscila, a Rainha do Deserto, do qual ainda espero mais informações, mas Saulo Vasconcelos já garante uma boa expectativa. E, claro, a vinda, depois de uma maravilhosa temporada no Rio, de O Violinista no Telhado. Outro dia, revi o filme. Claro que não há comparações entre cinema e teatro, mas ambos trazem um frescor ao gênero que me empolga muito. Certamente valerá a pena ir até o Teatro Alfa conferir a magnífica interpretação de José Mayer, derrubando qualquer mínima suspeita sobre seu talento musical.

Falando no Rio, ainda continua em cartaz o imperdível Judy – vale viajar, para quem não mora lá, pois Claudia Netto oferece um raro momento de brilhantismo e profissionalismo. Sua interpretação é merecedora de prêmios, o que espero acontecer no Shell carioca (um parênteses: finalmente, o júri do Shell de São Paulo notou o valor do trabalho dos atores de musicais e indicou Jarbas Homem de Melo por sua bela e difícil interpretação em Cabaret. Espero que não seja uma exceção, mas uma novo direcionamento na avaliação dos jurados)

O Rio deverá receber também, ainda no primeiro semestre, O Mágico de Oz, com Malu Rodrigues no papel de Dorothy. Ela é linda, talentosa, tem uma voz maravilhosa (esteve no Violinista, A Noviça Rebelde entre outros) e ganha agora a chance de sua carreira. Certamente, vai brilhar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.