Débora Reis vai integrar elenco paulista do musical ‘O Frenético Dancin’ Days’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Débora Reis vai integrar elenco paulista do musical ‘O Frenético Dancin’ Days’

Ubiratan Brasil

10 de março de 2019 | 20h40

Depois de encantar público e crítica como Hebe Camargo no musical em homenagem à loira apresentadora de TV, a atriz Débora Reis foi confirmada no elenco da temporada paulista do musical O Frenético Dancin’ Days, que estreia no dia 15 de março, no Teatro Opus, localizado no Shopping Villa-Lobos. Será mais uma oportunidade para Débora exibir seu talento cômico.

A atriz. Débora Reis já viveu Hebe Camargo em dois espetáculos. Foto Iara Morselli/Estadão

Ela vai ser Dona Dayse, personagem inteiramente ficcional na trama que mostra como foram os quatro meses de funcionamento da boate Dancin’ Days, que realmente existiu, no Rio de Janeiro, em 1976. Assim, o musical mostra o nascimento, a organização e o enorme sucesso do espaço, criado por Nelson Motta, Scarlet Moon, Leonardo Netto, Dom Pepe e Djalma Limongi, espaço que logo foi adotado por pessoas que celebravam a liberdade enquanto, do lado de fora, o Brasil vivia sob intenso regime militar. Espaço também adorado pela maravilhosa trilha sonora, que contava com hits internacionais como Y.M.C.A., We Are Family e I Love the Nighlife, entre outros.

Pois é justamente contra essa “barulheira” que se revolta Dona Dayse, uma aposentada cuja janela dá direto à área da discoteca, que ocupou o então em construção Shopping da Gávea. Incomodada, ela consegue uma ordem judicial para simplesmente fechar o espaço. Aos poucos, no entanto, vai se encantando com o ritmo e o frescor do lugar que, por sinal, foi onde nasceu o grupo Frenéticas, formado por atendentes da Dancin’ Days, que conseguiram autorização dos proprietários para se apresentarem na madrugada.

Na temporada carioca, Dona Dayse foi vivida por uma craque do humor, Stella Miranda, missão que cai como uma luva para Débora Reis, atriz com um currículo respeitável, com participações em espetáculos como Noturno (1991), Cazas de Cazuza (2000) e Rita Lee Mora ao Lado (2014), no qual também interpretou Hebe Camargo.