As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Clooney ou Brad?

Ubiratan Brasil

25 Fevereiro 2012 | 13h31

Algumas emissoras de TV por aqui acreditam que o Oscar de melhor ator ficará entre George Clooney, por Os Descendentes, ou Brad Pitt e seu trabalho em O Homem que Mudou o Jogo. Não estão levando em consideração o favoritismo de Jean Dujardin, que brilha em O Artista. Favoritismo conseguido graças aos prêmios já conquistados, inclusive o do SAG, o sindicato dos atores, que geralmente dá o caminho para o Oscar.

Clooney aparece pela primeira vez com força num papel de um homem frágil. Na campanha de Os Descendentes, foram muito utilizadas duas cenas: a que aparece ele assistindo TV com as duas filhas e aquela em que seu personagem chora ao se despedir da mulher, que está inconsciente e é paciente terminal. São dois bons momentos, mas dessa vez, acho que o sorriso contagiante de Dujardin (que me faz lembrar o mesmo sorriso de Reynaldo Gianecchini) vai bater até mesmo aquele é considerada uma arma imbatível: o sorriso de Brad Pitt, que está bem em um filme estranho para nós, pouco à vontade com o beisebol (que me desculpem os fãs do esporte). Continuo cravando em Dujardin.

Será que ele fará discurso? Ou vai repetir seu personagem e só interpretar, com letreiros indicando a fala? Mais um motivo para aumentar a torcida por ele.