As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novo “Arquivo X” revela que fomos enganados

Nova safra da série aboliu preliminares

Pedro Venceslau

10 de fevereiro de 2016 | 17h24

arquivoX

Exibida mais de uma década depois da interrupção da série, a nova temporada de Arquivo X, que está sendo exibida pelo canal Fox, subverteu a lógica e o ritmo dos primórdios da atração.

A primeira impressão é que o ritmo está mais nervoso e as preliminares foram abolidas. Mulder e Scully continuam os mesmos e vários personagens da conspiração original seguem no elenco, o que é muito bom. Já o mistério foi diluído pelo excesso de ação.

No que se refere ao roteiro, a trama joga um balde de água fria nos fãs logo nos primeiros episódios ao mostrar que nada do que achamos que sabíamos era verdade. Passamos anos acompanhando a rotina de uma grande conspiração e depois descobrimos que tudo era na verdade uma cortina de fumaça.

Outro aspecto da nova safra de Arquivo X que chama atenção é o excesso de informação. Muitos alienígenas aparecem em situações estranhas (e bizarras) em um curto espaço de tempo. Um das coisas mais interessantes nos velhos tempos era a verossimilhança

Tudo que estava se passando ali podia de fato ter acontecido. E quem sabe não aconteceu mesmo? Já na nova versão tudo parece meio exagerado, quase fake. Apesar dos pesares, a série merece ser vista. Nem que seja para matar a saudade. E ela está bombando. Os primeiros capítulos baterem recordes de audiência em vários países.

Tudo o que sabemos sobre:

arquivoxetfoxsérie

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: