Estreias de domingo terão Jack Black, Collin Farrel e Dwaney Johnson
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estreias de domingo terão Jack Black, Collin Farrel e Dwaney Johnson

Três séries promissoras ocuparão o vácuo deixado por Game of Thrones nas noites de domingo da HBO

Pedro Venceslau

17 de junho de 2015 | 18h32

ballers2

Existe vida depois de Game of Thrones. No próximo domingo, (21), a HBO exibirá uma sequência de lançamentos com propostas completamente diferentes. A maratona começará às 22hs com a segunda temporada da bem sucedida True Detective, que terá a difícil missão de substituir GoT. Segunda temporada, no caso, é apenas uma figura de linguagem. Não existe ligação entre uma história e outra. Saem Matthew McConaughey e Woody Harrelson. Entram Vince Vaughn e Collin Farrel.

Em seguida serão transmitidas duas comédias de curta duração (30 minutos): Ballers e The Brink. A primeira, que vai ao ar às 23hs, conta a história do superastro do futebol americano Spencer Strasmore, interpretado pelo musculoso Dwaney “The Rock” Johnson. A impressão nas primeiras cenas é que se trata de uma “série ostentação” sobre os bastidores do milionário mundo do futebol americano: carrões, festas, mansões e muito dinheiro escoando pelo ralo.

Mas logo fica claro que a ideia é mais ambiciosa. Após se aposentar, Strasmore se torna consultor de outros atletas e jogadores. Esse é o gancho para a série abordar o drama dos jovens atletas aposentados que são esquecidos pelo público. Ballers tem cara de comédia, mas tem uma pitada de drama.

Para fechar a noite, a HBO apresentará The Brink para quem conseguir se manter acordado até 23hs30min. Essa sim é uma comédia rasgada com ninguém menos que Jack Black em um dos papéis principais. O pano de fundo é a manjada crise diplomática entre os Estados Unidos e o Paquistão.

Quem assistiu Homeland vai ter uma sensação de déjà-vu. Estão lá a embaixada norte-americana em Islamabad, a sala de situação da Casa Branca e o diretor da CIA. A pegada, porém, é outra. The Brink esculhamba com o fetiche pelo bastidor do poder, mas não descamba para o pastelão.

Mais conteúdo sobre:

BallersGothboJack BlackThe Brink