A melhor série de todos os tempos está de volta
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A melhor série de todos os tempos está de volta

Enquanto a nova temporada não chega, vale muito a pena entrar no Netflix para rever Scully surgindo na sede do FBI com suas calças largas, blazer marrom e salto baixo para participar de uma preleção com seus chefes sobre a missão que se avizinhava.

Pedro Venceslau

01 Outubro 2015 | 16h03

arquivoX

No primeiro trailer da nova temporada da série Arquivo X, que foi exibido nesta quarta-feira (30) pela Fox, o bom e velho Fox Mulder (David Duchovny) está com a barba por fazer, o cabelo desalinhado e uma tremenda cara de deprimido quando um helicóptero pousa no gramado de sua casa.

A aeronave, é claro, foi enviada pelo FBI, que precisa desesperadamente de seu “expertise” para desvendar um mistério de outro mundo. Na cena seguinte, a agente Dana Scully (Gillian Anderson) recebe um telefonema em seu moderno aparelho de celular. O identificador de chamadas mostra na tela plana o nome “Mulder”. Ela certamente sentiu um frio na barriga. Eu também.

Quando essa dupla apareceu pela primeira na TV, no distante ano de 1993, Bill Clinton era o 42º presidente dos Estados Unidos, FHC o ministro da Fazenda de Itamar Franco e a moeda brasileira o Cruzeiro Real (1000 cruzeiros = 1 cruzeiro real). Muito coisa mudou nos últimos 22 anos, mas a obstinação de Scully e Mulder em descobrir “a verdade que está lá fora” continua a mesma.

Eu tinha 19 anos e era funcionário da finada locadora “1000 Coisas”, na Avenida Higienópolis (onde hoje existe um shopping) quando assisti ao 1° episódio da 1° temporada de Arquivo X. Foi paixão à primeira vista.

O salário era pequeno, mas os funcionários podiam levar uma fita por dia para assistir em casa (e tinham que devolvê-la devidamente rebobinada). Foi uma febre. Os clientes levavam uma temporada inteira em um dia e no outro apareciam com olheiras para entrega-la de volta.

Se é boa a notícia de que a série estará de volta em 2016, preocupa ainda não sabermos quando ela chegará ao Brasil. Para quem envelheceu junto com a dupla de agentes, não há nenhum outro lançamento previsto para 2016 que rivalize com a volta do “Arquivo X”. Foram 11 anos de fidelidade absoluta.

Nem parece que tanto tempo se passou desde que o aviso “Esta história é baseada em arquivos verdadeiros” apareceu na tela pela primeira vez. Vale muito a pena entrar no Netflix para rever Scully surgindo na sede do FBI com suas calças largas, blazer marrom e salto baixo para participar de uma preleção com seus chefes sobre a missão que se avizinhava.

“Já ouviu falar de Fox Mulder?”, perguntou o chefe. “Só da reputação dele, que na academia era conhecido como o estranho Mulder”, respondeu a agente. Ela, uma médica cética e fria, fica sabendo então que sua missão é acompanhar o tal colega, que está obcecado em um projeto “não classificado e fora da rotina” do FBI.

O local do primeiro encontro da dupla, uma sala escura e esquecida entre os corredores do Boureau investigativo, aparece nas cenas exibidas no trailer da Fox. O cartaz com a frase “I Want to believe” também…

Mais conteúdo sobre:

Arquivo XfoxNetflix