Ti-Ti-Ti bate recorde de ibope, e BBB 11 estreia com 34 pontos

Estadão

12 de janeiro de 2011 | 20h19

Armandinho (Alexandre Slaviero) descobre que é rico, em 'Ti-Ti-Ti', da Globo. CRÉDITO: ZÉ PAULO CARDEAL

A boa fase da Globo no horário nobre não se resume apenas a Passione e ao Jornal Nacional. Na noite de ontem, Ti-Ti-Ti também bateu seu recorde de audiência, com 36 pontos de média. No capítulo levado ao ar, Armandinho (Alexandre Slaviero) descobre que é neto de Olavo Bianchi e, portanto, herdeiro de uma fortuna e irmão de Magali (Lucia Bronstein).

Mais tarde, a estreia de BBB 11 superou a estreia do BBB 10: foram 34 pontos de média, contra 30 pontos do ano passado. O bom resultado do reality, porém, não supera o ibope das outras edições e entra na marca do 3.º pior desempenho de estreias do programa: BBB1, 49 pontos; BBB2, 28 pontos; BBB 3, 37 pontos; BBB 4, 42 pontos; BBB 5, 46 pontos; BBB 6, 45 pontos; BBB 7, 43 pontos; BBB 8, 37 pontos ; e BBB 9, 37 pontos.

No horário do BBB, a Record não perdeu audiência e mateve os 12 pontos que vinha registrando no horário.

Já a minissérie de Amor em 4 Atos, baseada em canções de Chico Buarque pegou carona no bom ibope do Big Brother e, mesmo entrando no ar às 23h15,  estreou com bons 21 pontos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.