Régis Rösing, a Mãe Dináh da Globo

Estadão

25 de janeiro de 2010 | 17h04

regis

Régis Rösing (lê-se “resing”), além de repórter de campo, é vidente. O jornalista esportivo da Globo virou um expert em adivinhar quando sairá um gol nas partidas de futebol que ele cobre. Sempre atrás de uma das traves, ele tenta antecipar, ao vivo, a jogada que está vindo em sua direção.

O resultado é bem engraçado, porque ele faz a “cabeça” da reportagem ao mesmo tempo em que narra o que está acontecendo em campo. Quando a bola chega próxima da área, Rösing faz algum comentário e prevê o gol. Quase nunca dá certo, mas quando rola fica muito bacana – e diferenciado. Ele até abre o microfone para o atleta dar o seu recado logo após fazer o gol.

Uma reportagem do Esporte Espetacular de ontem mostrou os bastidores dessas reportagens e de como esse método jornalístico de Rösing o faz ser celebrado por torcedores e jogadores.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.