Novo Aprendiz – Universitário terá mudanças

Estadão

06 de abril de 2010 | 17h17

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Anunciado pela Record como “o maior de todos os tempos”, o Aprendiz – Universitário comandado por João Dória Jr. , sétima temporada do reality show que estreia dia 15, foi lançado hoje à imprensa. A megalomania, de acordo com executivos da emissora, tem fundamento.

“Além de ser recorde em inscrições (o programa obteve 125 mil inscritos contra 100 mil do ano passado), a atração já bateu recorde em faturamento”, diz o diretor Comercial da emissora, Walter Zagari. Segundo executivos do canal, o reality já vendeu as quatro cotas máster de patrocínio (num total de R$ 118 milhões, 10% a mais do que a última edição) e tem pelo menos metade de suas 15 provas vendidas para merchandising. ” Temos 87% do encaixe comercial vendido até o quinto episódio”, diz Zagari. “Já existem propostas de patrocínio até para a edição do Aprendiz – 2011.”

Substituto de Roberto Justus, Dória também diz estar batendo recorde, já que assinou um contrato de dois anos com a Record, com o aval da Fremantle Media (detentora do formato), diferentemente de seu antecessor que só assumia contratos anuais. “Também sou um dos únicos ou o único apresentador a trabalhar em duas emissoras da TV aberta ao mesmo tempo”, disse em alusão ao fato de que se manterá à frente do  Show Business, na Band.

Chefe paz e amor

A famosa frase “Você está demitido” continua no ar, mas, pelo teaser exibido no evento, está longe de ser pronunciada da forma rígida como Justus fazia. “Muito se especulou na internet se eu falaria ‘Você está dispensado’, ‘Você está desligado’…”, lembra o apresentador. “Mas tudo é a forma como você fala. Direi ‘você está demitido’ a jovens profissionais. Terei firmeza, porém com doçura”, explica o apresentador.

Além do tom “mais doce”, outra diferença anunciada é a participação mais ativa dos consultores do programa, os empresários Cristiana Arcangeli e David Barioni. “Não teremos conselheiros ‘acessórios’. Eles serão co-apresentadores, terão voz ativa”, afirma Dória.

Em vez de provas de resistência, a 7ª edição do programa também vai apostar mais desafios de raciocínio e “progresso profissional” dos 16 participantes, que desde o fim de janeiro estão confinados no Hotel Sheraton, na zona sul da capital. A final ao vivo está prevista para o dia 8 de junho, no Memorial da América Latina, data em que será anunciado o vencedor do prêmio de R$ 1milhão.