God save the queen

Estadão

23 de abril de 2010 | 16h50

Rose Byrne (Ellen) e Glenn Close (Patty Hewes) no cartaz (matador!) da segunda temporada de Damages

Rose Byrne (Ellen) e Glenn Close (Patty Hewes) no cartaz (matador!) da segunda temporada de Damages

Foi ao ar nos Estados Unidos na segunda-feira o último capítulo da terceira temporada da – sensacional – série Damages (canal FX). A má notícia para os fãs que esperam ansiosos pelos próximos passos da implacável Patty Hewes, interpretada por Glenn Close, é que este pode ser mesmo o fim da série.

Sucesso de crítica que não se reflete na audiência, Damages foi posta na berlinda pela Sony, que não pretende mais arcar com sozinha com os altos custos de produção. Impecável, a série mostra os bastidores de batalhas jurídicas travadas por uma advogada tinhosa e de métodos pouco ortodoxos, e seu relacionamento com uma advogada em início de carreira (Ellen, papel de Rose Byrne). A luz no fim do túnel são as conversas que os executivos da Sony tem tido com os da DirecTV, que poderia entrar como co-produtora de uma quarta temporada.

Se confirmado, o fim da série representará grande perda para a TV. Nem é preciso dizer que é mesmo um luxo ter Glenn Close como Patty Hewes na TV uma vez por semana – ela levou dois Emmy de Melhor Atriz pelo papel. Mas Damages é mais do que isso: roteiro perfeito, direção impecável, estrutura narrativa hipnotizante e atores certos nos lugares certos (Ted Danson em volta triunfal à TV).

Enquanto sai um veredicto da parceria Sony/DirecTV, os fãs se mobilizam na internet, na campanha #savedamages. Os fãs brasileiros de Patty Hewes não deixaram por menos. A equipe Insubs, que traduz episódios das séries e joga na internet, fez um vídeo comovente onde pede à DirecTV: “Please save the good TV. Save Damages.”

Cruze os dedos. E veja o vídeo abaixo:

Tendências: