Do Rei ao morro: os ibopes dos especiais de fim de ano

Estadão

28 de dezembro de 2010 | 17h32

Roberto Carlos pisou nas areias de Copacabana, no dia 25, dia de Natal, com dores no ciático. A Globo exibiu o show com atraso de mais de 30 minutos e teve 24 pontos de média de audiência. No mesmo dia, a Record exibiu Nascemos para Cantar, com Chitãozinho e Xororó, e conquistou 7 pontos.

Na Globo, os outros especiais garantiram boa audiência. Papai Noel Existe, de Regina Casé, foi a atração que obteve maior ibope, 28 pontos de média, seguida por Tal Filho, Tal Pai, com Fiuk e Fábio Jr., que teve 24 pontos. Diversão&Cia, atingiu 21 pontos de média de audiência e Nosso Querido Trapalhão, sobre a vida de Renato Aragão, marcou 19 pontos.

No dia 23, a Record inaugurou a teledramaturgia cômica, com Balada Baladão, com atuação e roteiro de André Mattos e os morros cariocas como cenário, e conseguiu atingir 8 pontos de média, garantindo o segundo lugar em audiência.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.