Adnet faz piada com importância do VMB para a música brasileira

Estadão

31 de agosto de 2010 | 16h07

Adnet é a estrela do VMB 2010. Crédito: Kelly Fuzaro / Divulgação

Adnet é a estrela do VMB 2010. Crédito: Kelly Fuzaro / Divulgação

Pelo segundo ano consecutivo, Marcelo Adnet é a estrela do VMB, premiação de música da MTV Brasil, que acontece dia 16 de setembro no Credicard Hall. Além de inúmeras performances temáticas, o humorista, que vestirá terno Ricardo Almeida, vai se apresentar com sua trupe do Comédia MTV em um dos shows, do Gaiola das Cabeçudas. “E teremos a participação da Valeska Popozuda”, revela Adnet, em coletiva de imprensa que ocorreu na tarde de hoje, na sede da MTV em São Paulo.

“A Valeska disse que adorou a performance do Funk das Cabeçudas, embora não tenha entendido a maoria dos nomes”, brinca Adnet. “Mas ela disse que falatava uma loira cantando, então pensamos: ‘Por que não chamar a Valeska?'”

Adnet também brincou com a importância do prêmio para a música brasileira. “O VMB incentiva a música brasileira, porque o cara vê a banda que ganhou, não se conforma, pega o violão, junta os amigos e diz: ‘Pera lá: se esses caras ganharam fazendo essa música, eu posso fazer melhor.”

Outros shows previstos são: Otto, Capital Inicial, Fresno, Jam de 20 anos (com Glória, Hevo 84, Replace e Fake Number), além do show internacional da banda Ok Go, famosa pelo clipe da música Here it Goes Again, com esteiras ergométricas. Haverá também, pela primeira vez, um show surpresa, que acontecerá em uma praça de São Paulo, com uma plateia de 500 pessoas.

Entre os convidados, Roberto Justus, Danilo Gentili, Larissa Riquelme, o jogador Ganso e a dupla Sean Foreman e Nathaniel Motte, do grupo americano 30H!3, apresentarão os prêmios.

Com 7 milhões de votos já computados, a expectativa da emissora é que o número de votos ultrapasse os 10 milhões do ano passado. “Vai ter candidato nessa eleição com menos votos que as bandas do VMB”, diz o humorista.

Tudo o que sabemos sobre:

AdnetMarcelo AdnetMTVVMBVMB 2010

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: