Você a conhece?

Estadão

05 de novembro de 2010 | 19h43

pantera_380.jpg

Quem acompanha o teatro paulistano tem a chance de testemunhar, de tempos em tempos, o nascimento de um talento. Depois do filme Contra Todos, vi a paulistana Silvia Lourenço no palco pela primeira vez em Essa Nossa Juventude. Alguns anos, filmes e séries depois, ela explora as sutilezas de uma personagem difícil no universo surreal e claustrofóbico de A Pantera, de Camila Appel. Um teatro de alma jovem, aguerrida, que transpira ímpeto. Está nascendo uma grande atriz.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: