Boa viagem

Estadão

27 de agosto de 2010 | 21h06

santos01_500
Cena do espetáculo argentino La Omisión de la Familia Coleman

Entre 2 e 11 de setembro, a maior atração de Santos não será a praia. Ao contrário: a diversão acontece longe do sol, em ambientes fechados. O balneário, a 72 km da capital, será sede do Mirada – Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas de Santos, com 31 espetáculos – 13 daqui e 18 de outros 11 países.

Bem variada, a programação tem alguns títulos imperdíveis. É o caso de O Idiota – Uma Novela Teatral, de Cibele Forjaz, que fez curta e concorrida temporada em São Paulo, e do argentino La Omisión de la Familia Coleman, encenado pela Companhia Timbre 4.

O eixo latino-americano, aliás, é o forte da programação, que tem o mérito de apresentar diferentes gerações de criadores. Entre os vizinhos, vêm o dramaturgo e diretor argentino Daniel Veronese, de longa carreira, e os jovens uruguaios da Cia. Complot.

Essa pluralidade de gerações também se estende pela lista nacional, com algumas das nossas melhores criações nos últimos tempos. Entre elas, Policarpo Quaresma, de Antunes Filho, e Vida, de Márcio Abreu.

Algumas peças já valeriam por si só um bate-e-volta – até pelo preço em conta, R$ 10 por espetáculo. Mas a ausência de frentes frias e a proximidade do feriado tornam a ideia de uma pequena viagem ainda mais interessante. As montagens acontecem pela cidade toda. Então, no centro histórico, não deixe de ir ao Café Carioca (Pça. Mauá, 1, 13 3219-6318) e à Bolsa do Café (R. XV de Novembro, 95, 13 3219-5714). Parece cenário de época.

ONDE: 12 endereços, em diversos bairros da cidade de Santos. QUANDO: De 5ª (2) a sáb. (11), em vários horários. QUANTO: R$ 10, cada espetáculo. Veja a programação completa aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: