Setembro virá com filme e disco novo dos Beatles. Filho de George concluirá músicas do pai.

Setembro virá com filme e disco novo dos Beatles. Filho de George concluirá músicas do pai.

Se o sonho tivesse acabado, como disse John Lennon, como explicar que 46 anos depois do fim da banda, um volume imenso de produções dos Beatles continue a brotar aqui e ali? Desta vez a novidade é o álbum "The Beatles: Live At The Hollywood Bowl", já em pré-venda em lojas virtuais e com lançamento mundial marcado para o dia 9 de setembro. As novidades não param por aí. Dhani Harrison, filho de George Harrison, deve assumir em breve uma missão importante: concluir uma série de músicas incompletas deixadas pelo pai.

Carlos de Oliveira

02 de agosto de 2016 | 13h22

Os Beatles no Hollywood Bowl, em 1965: três shows da banda se transformam em novo álbum a ser lançamento em setembro.

Os Beatles no Hollywood Bowl, em 1965: shows da banda se transformam em novo álbum.

Que grande bobagem disse John Lennon quando afirmou (e cantou) que o sonho havia acabado. O beatle assassinado em Nova York em 8 de dezembro de 1980, estava enganado. O sonho permanece vivo e quem duvidar pode ser dar mal: a Apple Corps e a Universal Music acabam de anunciar o lançamento mundial em 9 de setembro do álbum The Beatles: Live At The Hollywood Bowl, uma bem cuidada seleção dos três shows que a banda fez em 1964 e 1965 no Los Angeles’ Hollywood Bowl, com lotação vendida em todos eles.

Capa do disco The Beatles: Live at the Holllywood Bow, já em pré-venda e lançamento em 8 de setembro.

Capa do disco ‘The Beatles: Live at the Holllywood Bowl’, já em pré-venda e lançamento mundial em dia 9 de setembro.

Pacote – O novo álbum integra o projeto Eight Days A Week – The Touring Years, documentário que estreia em 15 de setembro em Londres e revê a carreira da banda desde o início dos anos 60, no Cavern Club, em Liverpool, até o último grande concerto, realizado no dia 29 de agosto de 1966, no Candlestick Park, em San Francisco.

O disco The Beatles: Live At The Hollywood Bowl já está disponível em pré-venda em lojas virtuais na forma de CD ou para download e streaming. Em seguida, no dia 18 de novembro, sairá a versão em vinil acompanhada de um booklet de 24 páginas. Na capa, uma foto dos Beatles embarcando no voo Seattle-Vancouver, tirada em 22 de agosto de 1964.

“Emoção viceral” – A Apple chegou a lançar um Live at Hollywood Bowl  em1977, mas o novo álbum é um trabalho inédito, conta o produtor Giles Martin, filho do “quinto beatle” George Martin. “Há alguns anos, a Capitol nos ligou dizendo que havia descoberto três fitas dos concertos dos Beatles em Los Angeles. Fizemos a transferência do material e notamos que as fitas tinham qualidade superior à das fitas que mantínhamos em Londres.”

Engenheiros de som debruçaram-se sobre o material e produziram uma nova mixagem, separando faixa por faixa, som por som. “Há agora uma maior clareza e a emoção visceral dos concertos pode ser ouvido como nunca antes. O que ouvimos é a energia crua de quatro rapazes que tocam para uma multidão que os amava. Este álbum é o mais próximo que poderemos chegar da sensação de estar no Hollywood Bowl, no auge da beatlemania”, diz Giles Martin.

O novo disco ‘The Beatles: Live At The Hollywood Bowl’ é uma seleção de 17 músicas apresentadas nos shows realizados em agosto de 1964 e 1965  e tem a seguinte sequência:

1. Twist and Shout
2. She’s A Woman
3. Dizzy Miss Lizzy
4. Ticket To Ride
5. Can’t Buy Me Love
6. Things We Said Today
7. Roll Over Beethoven
8. Boys
9. A Hard Day’s Night
10. Help!
11. All My Loving
12. She Loves You
13. Long Tall Sally
14. You Can’t Do That
15. I Want To Hold Your Hand
16. Everybody’s Trying To Be My Baby
17. Baby’s In Black

Veja um dos vídeos das apresentações dos Beatles no Hollywood Bowl, em agosto de 1964. A qualidade da gravação é ruim, mas vale como documento precioso:

George – A notícia é curta e ficou mais ou menos perdida em publicações esparsas na internet. O fato é que Dhani Harrison, filho do beatle George Harrison, morto em 29 de novembro de 2001, vai concluir várias músicas deixadas incompletas por seu pai. A informação foi dada pela viúva de George e mãe de Dhani, Olivia Harrison, durante a festa de décimo aniversário da obra The Beatles Love, da companhia canadense Cirque du Soleil, em Las Vegas.

Dhani Harrison, clone de seu pai: responsabilidade de concluir músicas de George.

Dhani Harrison, clone de seu pai: responsabilidade de concluir músicas de George.

Ao lado de Paul McCartney, Ringo Starr e Yono Ono, Olivia disse que ela e Dhani, hoje com 37 anos, já conversaram sobre a necessidade de concluir e lançar várias faixas deixadas por George. “Há muitas canções ainda não terminadas e nós pensamos que existe um projeto nisso. Só precisamos de algum tempo para executá-lo”, disse Olivia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tendências: