Família (de Ringo Starr) vende tudo. Motivo: levantar US$ 6 milhões.

Família (de Ringo Starr) vende tudo. Motivo: levantar US$ 6 milhões.

Sem saber o que fazer com cerca de 800 peças que acumulou ao longo dos últimos 51 anos, o beatle Ringo Starr resolveu levar tudo a leilão. Não falta memorabilia dos Beatles, como guitarras, bateria e até uma Mercedes Benz que pertenceu a George Harrison. O leilão vai acontecer nos dias 4 e 5 de dezembro e será conduzido pela Julien, em Beverly Hills, na Califórnia. Parte dos recursos, estimados em US$ 6 milhões, vai para a caridade. Quem arrisca um lance?

Carlos de Oliveira

15 Setembro 2015 | 13h34

Aos 75 anos, Ringo Starr, o eterno baterista dos Beatles, decidiu entrar na onda do “família vende tudo” e vai colocar em leilão cerca de 800 itens juntados ao longo dos últimos 51 anos. Trata-se de uma valiosa coleção estimada em US$ 6 milhões, hoje estocada em sua casa e em depósitos situados na Inglaterra e nos Estados Unidos. Ringo tem de tudo um pouco. De guitarras que pertenceram a John Lennon e George Harrison, a um vestido de sua jovem esposa, a ex-modelo e atriz Barbara Bach, de 34 anos.

O catálogo do leilão em que Ringo e sua esposa Barbara vão leiloar 800 peças, em dezembro. Muitos itens compõem memorabilia dos Beatles.

O catálogo do leilão em que Ringo e sua esposa Barbara vão leiloar 800 peças, em dezembro. Muitos itens compõem memorabilia dos Beatles.

Memorabilia – Já está tudo arranjado. O leilão vai ocorrer nos dias 4 e 5 de dezembro e será conduzido pela Julien, em Beverly Hills, na Califórnia. Beatlemaníacos de todo o mundo, e não apenas eles, terão a oportunidade de dar lançes para tentar adquirir peças históricas relacionadas à banda. Claro, os interessados vão precisar dispor de muito dinheiro, uma vez que o leilão, ao que tudo indica, vai ser direcionado a colecionadores sem grandes problemas financeiros.

A Rickenbacker 1966 que foi de John Lennon e que vai a leilão em dezembro: US$ 800 mil.

A Rickenbacker 1966 que foi de John Lennon e que vai a leilão em dezembro: US$ 800 mil.

Guitarra – Entre as peças a serem leiloadas está uma guitarra Rickenbacker modelo 1966, vermelha, feita especialmente para John Lennon e com a qual ele tocou poucas vezes, mais especificamente nos chamados espetáculos natalinos que os Beatles costumavam fazer.

Presente – Na verdade, o instrumento foi dado a Lennon para substituir sua guitarra principal, outra Rickenbacker modelo 1964, preta, que havia sofrido uma queda e sofrido avarias. Quando a guitarra preta voltou do reparo, John deu a vermelha de presente a Ringo. Quem quiser arriscar um lance pela “Rick” terá de desembolsar de US$ 600 mil a US$ 800 mil.

Mais guitarras – Ringo tem mais guitarras a serem leiloadas. Que tal um lance por uma Gretsch Chet Atkins Tennessean, modelo 1962, que pertenceu a George Harrison e com a qual ele tocou (ao vivo e em gravações dos Beatles) entre 1964 e 1965? E tem mais: uma Gibson Les Paul que pertenceu a Marc Bolan, da banda inglesa T. Rex.

A bateria que Ringo usou em mais de 200 apresentações: lances de US$ 300 mil a US$ 500 mil.

A bateria que Ringo usou em mais de 200 apresentações: lances de US$ 300 mil a US$ 500 mil.

Bateria – Outra peça que integra a memorabilia dos Beatles e que Ringo vai colocar em leilão: sua bateria Ludwig modelo 1963 de três peças, com a qual ele tocou em mais de 200 apresentações entre 1963 e 1964 e nas gravações de, por exemplo, Can’t Buy Me Love e All My Loving. Pela bateria a casa de leilões Julien quer um lance mínimo de US$ 300 mil, podendo chegar a US$ 500 mil.

A Mercedes que pertenceu a George Harrison foi comprada por Ringo depois da morte do beatle. Vi a leilão por, no mínimo, US$ 60 mil.

A Mercedes que pertenceu a George Harrison foi comprada por Ringo depois da morte do beatle. Vai a leilão por, no mínimo, US$ 60 mil.

Mercedes Benz – Em 2001, quando George Harrison morreu, Ringo comprou a família do beatle sua Mercedes Coupe, ano 2000. Pois o carro também vai a leilão por lance mínimo de US$ 60 mil.

São tantos os itens, que o leilão vai durar dois dias. Ringo parece aliviado em poder vender essas 800 peças, já que, segundo ele, algumas delas ele não via há mais de 30 anos.

“Alegria” – A ideia do leilão nasceu a partir de uma proposta do Grammy Museum, de Los Angeles, interessado em fazer uma exposição sobre a vida de Ringo. “Vimos que tínhamos tanta coisa e pensamos: o que vamos fazer com isso tudo? Estamos fartos de ter esse material em armazéns, quando ele poderia ser colocado em uso, e bom uso, dando alegria a muitas pessoas”, disse o ex-beatle.

O Versace de duas peças de Barbara Bach também vai a leilão em dezembro.

O Versace de duas peças de Barbara Bach também vai a leilão em dezembro.

Versace – Para não perder a oportunidade, a Barbara Bach também vai leiloar peças de sua propriedade, entre elas um Versace Couture de duas peças, cujo lance mínimo ainda não foi revelado. É bom lembrar que parte dos recursos obtidos com o leilão será destinada à Lotus Foundation, entidade de caráter beneficente, dedicada à promoção de projetos voltados ao bem-estar social.