Vida profunda

Vida profunda

Oscar Quiroga

09 Setembro 2013 | 12h59

 

Das 12h59 de segunda-feira 9-9-13 até 6h22 de terça-feira 10-9-13, horário de Brasília, a Lua que cresce em Escorpião está em trígono com Júpiter e sextil com Sol.

Da profunda noite tenebrosa da alma na qual teu ser parece perdido para sempre ressurge a Vida, bela e gloriosa como eternamente é.

Abençoa tudo que de aparentemente ruim está te acontecendo, tuas penúrias ocultam a força que por falta de agradecimento ainda não se revelou.

Te parece impossível agradecer ao Divino pelas penúrias? Te enganas quando te convences de que o Divino quer te castigar ou te impõe sofrimento, Tu mesmo aplicas esse sofrimento a ti quando te convences de o Divino ser distante e inatingível, Tu mesmo constróis a câmara de tortura onde sofres e convidas todas as pessoas que conheces a sofrerem contigo.

Enquanto isso, bem do outro lado do muro desse calabouço feito de convencimentos tolos, a Vida aguarda pelo momento em que te atrevas a lhe lançar um olhar. Ela prontamente te devolverá o olhar também e aí nunca mais irás querer permanecer no calabouço.

Porém, levará um tempo até destruíres esse calabouço, pois foi erguido com meticulosidade, com constância, a golpes de ira, de ressentimento, de ódio por teres te convencido de que o Divino não te queria.

Assim, do que parece apenas poético, se faz este momento em que olhas com arrependimento os excessos que cometeste há poucas horas atrás.

Melhor não perder tempo em arrependimento, melhor Tu perdoares tua própria alma e seguir em frente, derrubando o calabouço e te entregando com confiança a uma vida mais abundante.