Vida bem temperada

Vida bem temperada

Oscar Quiroga

01 de junho de 2012 | 09h32

Às 9h32 de sexta-feira 1-6-12 a Lua que cresce ingressou em Escorpião e está em trígono com Netuno e sextil com Plutão até 23h55, horário de Brasília. No mesmo período, Mercúrio e Vênus estão em conjunção.

Não se pode viver uma vida sem tempero o tempo inteiro, da mesma forma que seria impossível existir ardendo de pimenta explosiva a toda hora.

O equilíbrio sempre será importante, mas para esse ser possível também se deve experimentar um pouco daquilo que desequilibra, que faz perder a cabeça e mergulhar a ferro e fogo nos sentidos físicos para desses extrair algo que renove a sensação de a vida valer a pena.

Só resiste a isso quem estiver num caminho de elevação do espírito e mesmo assim com infinita dificuldade.

Quem não chegou nem perto ou ainda vacila no andar dessa elevação espiritual encontrará neste momento a inclinação tanto quanto as circunstâncias disponíveis para perder a cabeça e viver momentos intensamente passionais, tanto para o lado do prazer quanto o da dor, pois, o que mais seria passional senão a vivência dos extremos?

Por isso mesmo há a alternativa da elevação espiritual, porque um dia a alma se enfada de ricochetear entre um extremo e outro e opta por algo maior.

Porém, não é disso que trata este momento, a não ser, torno a afirmar, que você já tenha colocado os pés num caminho tão diferente que não possa nunca mais comungar com a normalidade vigente.

Enfim, escolha agora que intensidade deseja experimentar e se jogue a ela confiante de que obterá resultados, mas que esses também serão mais intensos do que sua capacidade de controlá-los.

Na prática, você estará à própria sorte e sua única possibilidade de amparo constará em tergiversar as circunstâncias predominantes e se focar, por própria vontade, em mundos mais elevados.

Próximo boletim será publicado às 23h55 de 1/6/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.