Tudo! Menos a normalidade

Oscar Quiroga

09 de setembro de 2011 | 13h31

 

Das 13h31 de sexta-feira 9-9-11 até 14h33 de sábado 10-9-11, horário de Brasília, a Lua que cresce em Aquário está em conjunção com Netuno.

 

Busque tudo, menos a normalidade! Essa, definitivamente, não estará disponível neste período e quanto mais você tentar encontrá-la, mais ela será elusiva, na melhor das hipóteses, ou castigará você por buscá-la, na pior dessas.

Considere seriamente a perspectiva de que tudo que você pensava ser perpétuo, ou pelo menos previsível até o fim de sua existência (que é o máximo de perpetuidade que conseguimos aceitar aquém da imaginação), foi subvertido e a realidade está em processo de acomodação, como aconteceria com o solo depois de um grande terremoto.

Importante, perante essa condição, é que você leve a sério os sonhos que façam arder seu coração de vontade de realizá-los e, por favor, não confunda sonhos com desejo nem com fantasias, muito menos com as da luxúria. Nada contra essa, mas no momento atual da história, vamos combinar que a sexualidade representa pouco, muito pouco.

Levar a sério os sonhos significa você recuperar o fio da meada daquilo que é a razão de sua existência, a utilidade que você representa para a Vida Maior na qual sua pequena vida se movimenta e experimenta ser.

Isso provoca grande tumulto na normalidade, que vai para o espaço, mas precipita um tipo de sensações de grande impacto, para quem consegue suportar o tranco.

 

Próximo boletim será publicado às 14h33 de 10/9/11

 

Tudo o que sabemos sobre:

Lua cresceLua em aquárioQuirogaSincronia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: