Sem lógica

Sem lógica

Oscar Quiroga

08 de novembro de 2012 | 02h36

Às 2h36 de quinta-feira 8-11-12 a Lua que míngua ingressou em Virgem e está em oposição a Netuno, sextil com Saturno, quadratura com Mercúrio e trígono com Plutão até 16h25, horário de verão de Brasília.

Tentar encontrar lógica nos acontecimentos que dependem do fator humano é uma tarefa destinada à decepção; nem sempre, talvez, mas principalmente em casos onde seria fundamental que houvesse bom senso e cordialidade. Não há, e melhor não estacionar na decepção porque isso causaria desgaste extremo.

Melhor contar com que o ser humano, quando desprovido de princípios e moral é o pior inimigo de si mesmo e de seus semelhantes, porque utilizará sua inteligência como arma letal.

Quantos corações foram despedaçados assim e em nome do quê? Em nome do mesmo, de eternamente o mesmo, em nome de nada e menos do que nada, que é a mais fiel descrição do egoísmo.

Testemunhar situações assim, ser vítima de situações desse porte, nada deve se converter em álibi para ninguém desistir de sustentar princípios e moral, pois entregar-se à ignomínia é a única declaração de derrota.

Neste nosso planeta belo e assustado tudo pode ser manifesto, a lei é que nossa humanidade faça o que quiser, mas a lei também é que aqui se faz e aqui se paga.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.