Riqueza e Pobreza

Oscar Quiroga

11 de março de 2012 | 02h25

Às 2h25 de domingo 11-3-12 a Lua que míngua ingressou em Escorpião e está em trígono com Netuno e oposição a Vênus e Júpiter até 17h13, horário de Brasília.

A pobreza é um invento de nossa humanidade, um artifício que será erradicado do planeta Terra. Há riquezas incontáveis e perpétuas neste planeta e, por isso, ninguém merece a pobreza.

Parte da transformação necessária para que o mundo se ajuste ao que naturalmente deve acontecer está em pleno curso, e com uma velocidade maior do que a imaginada.

As riquezas estão mudando de mão muito velozmente, se distribuindo porque assim devem ser as coisas. Esta é a Lei inerente do Universo onde nossa humanidade se movimenta e experimenta ser: a Vida se distribui graciosa e infinitamente.

Se você protege a Lei, a Lei protege você; se você destrói a Lei, a Lei destrói você.

Pela graça do sistema infinito de distribuição da Vida, você merece a riqueza, você merece também se transformar num dos pontos cósmicos de distribuição de riqueza, pois quanto mais você distribuir, mais haverá para ser distribuído.

A frase anterior resume o enigma do amor e da riqueza ao mesmo tempo, pois uma e outra condição estão inextricavelmente vinculadas e são interdependentes.

Quanto mais você distribuir, mais haverá para ser distribuído.

As aparências nos convenceram de que nada funcionaria assim, que para ser ricos teríamos de pensar apenas em nós mesmos e acumular em vez de distribuir.

Porém, esse tem sido desde sempre um artifício, cujo resultado foi nefasto, pois inventou a pobreza. Assim é a riqueza dos histéricos que existem acumulando bens e nada distribuindo, eles e elas precisam de miséria em suas voltas para, pelo contraste, parecer que suas misérias subjetivas pareçam riquezas.

Contudo, esse estado de coisas está em plena transformação e, como disse, adquiriu uma velocidade que não parecia possível até poucos anos atrás, assumindo agora a condição de inevitável.

Pense, então, neste momento nas riquezas que precisa para realizar seus sonhos, mas pense principalmente no bem que essas riquezas poderão exercer às pessoas que estiverem em contato com você, pois se seus sonhos não se ajustarem a esta fórmula, pode crer que nada acontecerá.

Próximo boletim será publicado às 17h13 de 11/3/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.