Quem é o melhor estrategista?

Oscar Quiroga

13 de março de 2012 | 20h23

Das 20h23 de terça-feira 13-3-12 até 4h35 de quinta-feira 15-3-12, a Lua de Sagitário atinge sua fase quarto minguante em sextil com Saturno. No mesmo período, Vênus está em conjunção com Júpiter e trígono com Plutão e Marte, o qual, por sua vez, também está em trígono com Júpiter e Plutão.

Aqui na Terra de nossa humanidade há pessoas de grande poder que ficam planejando isso ou aquilo para dominar a natureza, o tempo e todos os recursos que nosso belo e assustado planeta produz.

Essas pessoas são admiráveis estrategistas e possuem estonteante poder, porém, estão cegas pela soberba e não lembraram de que há um estrategista muito mais astuto, porque amoroso, cujo Poder é, inclusive, a origem do poder que essas pessoas soberbas pensam ser exclusivamente delas.

Parece piegas reduzir a complexidade do momento histórico da atualidade àquela luta sagrada entre o Bem e o Mal, porém, há algo extremamente verdadeiro nessa proposta, e não valeria a pena desprezá-la apenas por parecer simples demais ou porque nos sentindo além das superstições deveríamos negar o que as sagradas escrituras têm a nos ensinar.

A luta entre o Bem e o Mal é absolutamente verdadeira e, sem ir mais longe, nós todos estamos envolvidos nessa, através de nossas omissões, de nossas comissões e de nossos elevados ou vis anseios também.

Esta luta se desenvolve desde sempre, mas parece que nos tocou testemunhar ativa e passivamente um dos momentos de recrudescimento.

Neste momento em particular há questões de grande porte se colocando em marcha, pois essa luta deixou de ser dispersa em milhares de questiúnculas para que ninguém a percebesse. Não! Agora se nota com clareza sua verdadeira dimensão.

Perante tudo isso e muito mais, e ainda que tudo não passe de uma teoria, de um desvario ou de uma suspeita, se você é uma alma viva entre o céu e a terra terá intuição suficiente para perceber que algo maior está em marcha, e também receberá o convite para você participar nesse algo maior ativamente, dentro de suas condições e alcance.

Ninguém deve abandonar sua família ou trabalho para participar, do lugar em que se encontra pode lançar sua influência, e no lugar em que se encontra pode lutar a luta que lhe tocar.

E ainda que nada disso faça sentido e, muito pelo contrário, você se sinta insultado por estas palavras, mesmo assim perceberá que este não é um momento comum e, por isso, valerá a pena refletir. Eu posso não ter acertado na descrição do movimento, mas que há algo de dimensões cósmicas em andamento, ah! Isso sim!

Próximo boletim será publicado às 4h35 de 15/3/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: