Purpurina

Purpurina

Oscar Quiroga

17 de março de 2013 | 22h48

Das 22h48 de domingo 17-3-13 e até 15h28 de terça-feira 19-3-13, horário de Brasília, a Lua completa sua fase quarto crescente em quadratura com Vênus.

Fantasia cheia de purpurina, brilho falso que engana porque você gosta, porque se não gostasse não se metia numa dessas, que não acontecem ao acaso, sempre pela insistência na desorientação.

Afinal, quem pensa os pensamentos? Os pensamentos se pensam sozinhos ou há um ser interior que pensa os pensamentos?

Prefira o ser interior e nunca se perderá, só lhe restará o persistente trabalho de distinguir a percepção mental da viagem na maionese. Isso não é pouca coisa, é trabalho para várias “encadernações”.

Daí, do centro da teia que todas as conexões reais e virtuais constituem, formule suas aspirações e observe o luminoso convergir das moléculas para que seu trabalho frutifique.

Tudo é possível, mas a amplitude dessa perspectiva definharia os frutos; escolha com lucidez o que você deseja e se atenha ao circuito que for criado para isso. Um dia, depois, no futuro, você se desfaz da teia para enredar uma nova trama.

Eternamente, quando a mente é uma substância etérica que observa e intervém, o ser interior a navega como navega todos seus outros sentidos, às vezes limitado por esses, às vezes os utilizando de veículo para navegar.

Prefira conduzir seus veículos, cultive a intenção de ir no sentido que você vai.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: