Proteção

Proteção

Oscar Quiroga

26 Setembro 2013 | 16h26

 

Às 16h26 de quinta-feira 26-9-13 a Lua ingressou em Câncer onde completa sua fase quarto minguante em trígono com Netuno, oposição a Plutão, trígono com Saturno e quadratura com Urano até 0h11 de sábado 27-9-13, horário de Brasília. No mesmo período, Vênus e Júpiter em trígono.

Você aí dando tudo de si para se aproximar dos seus ideais e enquanto isso o mundo, com seu sistema, seu status quo, seu establishment, só produzindo obstáculos e mais obstáculos. Aí, de puro cansada, chega um momento em que a alma decididamente se sente inclinada, perigosamente inclinada a chutar o balde e mandar tudo ao inferno.

Essa decisão, para chamá-la assim em vez de impulso, não seria apropriada, já que responderia a uma necessidade de alívio imediato, mas produziria problemas ainda maiores do que o alívio imediato poderia oferecer, inclusive porque envolveria outras pessoas, aquelas que existem dentro de seu círculo de influência, e que receberiam o impacto negativo apenas, nada de alívio.

Como fazer para equilibrar o jogo sem mandar tudo pelos ares? Quem tiver a resposta, por favor que a compartilhe com todos!

Eita momento difícil! Continuar cumprindo os deveres sem enxergar nesses algo libertador, mas pelo contrário, só opressão, só constrangimento, só uma existência civilizada às avessas, que nem sequer mereceria ser chamada de tal.

Haja dignidade para equilibrar o jogo sem se identificar tanto com o adversário que, inadvertidamente, passemos a nos confundir com ele!

Haja dignidade para permanecer firmes no caminho, puros o suficiente para irradiar a própria luz.

Peçam proteção e bênçãos ao Divino, sua função é proteger os que optaram por se afastar da brutalidade, e que, mesmo sendo minorias aparentemente destinadas ao fracasso, no último instante conseguem virar o jogo mediante os milagres que só o Divino é capaz de oferecer.