O valor do pouco

O valor do pouco

Oscar Quiroga

08 de agosto de 2012 | 04h29

Às 4h29 de quarta-feira 8-8-12 a Lua que míngua ingressou em Touro e está em sextil com Vênus, quadratura com Mercúrio, sextil com Netuno e trígono com Plutão até 19h12, horário de Brasília.

De pouco em pouco se faz um grande caminho ou, também, a gente pode se meter numa encrenca dos diabos.

O valor do pouco é constantemente despercebido, porque os pretensiosos olhos humanos estão constantemente deslumbrados com o maior.

Porém, é de pouco em pouco que chegamos ao grande, são os meios que justificam o fim e não o contrário.

Sim, porque erros pequenos repetidos incessantemente irão de forma infalível resultar em alguma grande catástrofe.

Da mesma forma, acertos pequenos feitos de forma sistemática e ordenada conduzirão de forma irreversível a algum favorecimento de magnitude importante.

Neste período, por isso, é extremamente propício prestar a devida atenção ao que você repete de forma habitual despercebidamente, considerando que é através dessa repetição que você cria seu destino.

Há um provérbio astrológico que reza: os hábitos formam o caráter, o caráter se transforma no destino.